Lyrics

  • Voice
  • Eyes
  • Indian
  • Anxiety
  • Mariana
  • Experiment
  • World

Infinite preconception
Judgment in conflit
All this should end

All I have been written
It's what I need
That it doesn't matter if I don't rhyme

So much hasn't been understand
This is the time to be heard

But is there someone around
That hears the voice of the artist?
But is there someone around
That stops being selfish?



Infinite preconception...
Judgment in conflit...
All I have been written
It's what I need
That it doesn't matter if I don't rhyme

But is there someone around
That hears the voice of the artist?
But is there someone around
That stops being selfish?

But is there someone around
That hears the voice of the artist?
But is there someone around
That stops being selfish?

But is there someone around
That understands the pain of the artist?
But is there someone around
That gives them an optimistic soul?

The pain I feel is...
To be judged...
And to don't be heard.

Preconceito Infinito
Julgamento em conflito
Tudo isto deveria acabar

Tudo o que eu tenho escrito
É aquilo que necessito
Que não importe se eu não rimar

Tanto ficou por ser entendido
Esta é a hora de ser ouvido

Mas haverá alguém por aí
Que ouça a voz do artista?
Mas haverá alguém por aí
Que pare de ser egoísta?

Preconceito Infinito...
Julgamento em conflito...
Tudo o que eu tenho escrito
É aquilo que necessito
Que não me julguem se eu não rimar

Mas haverá alguém por aí
Que ouça a voz do artista?
Mas haverá alguém por aí
Que pare de ser egoísta?

Mas haverá alguém por aí
Que ouça a voz do artista?
Mas haverá alguém por aí
Que pare de ser egoísta?

Mas haverá alguém por aí
Que perceba a dor do artista?
Mas haverá alguém por aí
Que lhes dê uma alma optimista?

A dor que sinto é...
A de ser julgado...
E de não ser ouvido.

Brown, green and blue
The colors that make me dream
Brown, green and blue
The colors of a look



You lose yourself on a woman's eyes
Without knowing if she's gonna choose you
You lose yourself on a woman's eyes
But only her hearth can shelter you



Brown, green and blue
The colors of feminine look



Brown, green and blue
Without knowing if she's gonna choose you
You lose yourself on a woman's eyes
But only her hearth can shelter you

You lose yourself on a woman's eyes
Without knowing if she's gonna choose you
You lose yourself on a woman's eyes
But only her hearth can shelter you

You lose yourself on a woman's eyes
It's not a problem, anything can happen
You lose yourself on a woman's eyes
Your love can now grow

Castanhos, verdes e azuis
As cores que me fazem sonhar
Castanhos, verdes e azuis
As cores de um olhar



Perdes-te nos olhos de uma mulher
Sem saberes se esta te vai escolher
Perdes-te nos olhos de uma mulher
Mas só o coração te pode acolher



Castanhos, verdes e azuis
As cores de um olhar femenino



Perdes-te nos olhos de uma mulher
Sem saberes se esta te vai escolher
Perdes-te nos olhos de uma mulher
Mas só o coração te pode acolher

Perdes-te nos olhos de uma mulher
Sem saberes se esta te vai escolher
Perdes-te nos olhos de uma mulher
Mas só o coração te pode acolher

Perdes-te nos olhos de uma mulher
Não tem problema tudo pode acontecer
Perdes-te nos olhos de uma mulher
O teu amor pode agora crescer

The Indian danced and the wind blew
he called the nature
Harmony he tasted
He revelead richness



Is there someone else that fells so well
The nature's richness?
Or are we all walking to
The same sadness?



The Indian danced and the wind blew
He revelead richness



Is there someone else that fells so well
The nature's richness?
Or are we all walking to
The same sadness?

O Indio dançou e o vento soprou
Chamou a natureza
Harmonia ele saboriou
E revelou a riqueza



Haverá mais alguém que sinta tão bem
A riqueza da natureza?
Ou estaremos todos a caminhar
Na mesma tristeza?



O Indio dançou e o vento soprou
Ele revelou a riqueza



Haverá mais alguém que sinta tão bem
A riqueza da natureza?
Ou estaremos todos a caminhar
Na mesma tristeza?

Constant ideas, worried thoughts
Don't let me sleep, they only make depresse the
conscious, the inexperient mind of the unconscious patient that doesn't feel going forward



tic-tac tic-tac tic-tac of the clock
tic-tac tic-tac tic-tac of the clock
I will not stand, to see the time passing
tic-tac tic-tac tic-tac of the clock
tic-tac tic-tac tic-tac of the clock
I will not stand, I have to exit from this place



Constant ideas, worried thoughts
They come when aging, they increase the anxiety
Aggravated by the repeated tuned guitar
not played spanked like B Fachada



tic-tac tic-tac tic-tac of the clock
tic-tac tic-tac tic-tac of the clock
I will not stand, see the time passing​

tic-tac tic-tac tic-tac of the clock
tic-tac tic-tac tic-tac of the clock
I will not stand, I have to exit this place

Ideias constantes, pensamentos preocupantes
Não deixam dormir, só fazem deprimir o
consciente, a mente inexperiente proveniente do paciente inconsciente que não se sente a ir em frente



tic-tac tic-tac tic-tac do relogio
tic-tac tic-tac tic-tac do relogio
Não vou aguentar, ver as horas a passar
tic-tac tic-tac tic-tac do relogio
tic-tac tic-tac tic-tac do relogio
Não vou aguentar, tenho que sair deste lugar



Ideias constantes, pensamentos preocupantes
Chegam com a idade, aumentam a ansiedade
Agravada pela repetida guitarrada afinada
nada tocada como o B Fachada à palmada



tic-tac tic-tac tic-tac do relogio
tic-tac tic-tac tic-tac do relogio
Não vou aguentar, ver as horas a passar​

tic-tac tic-tac tic-tac do relogio
tic-tac tic-tac tic-tac do relogio
Não vou aguentar, tenho que sair deste lugar

I grab my guitar
Thinking about you
I remember the green tone
That I saw on you



I want to be with you
See the sunrise
On the old roof
Only with you
Mariana



That tone paralised me
It was of your eyes
But was holding hands
that made me fall in love



I want to be with you
See the sunset
On that old roof
Only with you
Mariana

I want to be with you
Help you to be happy
On this 24th day
this is for you
Mariana

Pego na guitarra
A pensar em ti
Relembro aquele tom verde
Que em ti eu vi



Quero estar contigo
Ver o nascer do sol
Naquele telhado antigo
Só contigo
Mariana



Aquele tom paralisou-me
Foi do teu olhar
Mas foi um dar de mãos
que me fez apaixonar



Quero estar contigo
Vêr o pôr-do-sol
Naquele telhado antigo
Só contigo
Mariana

Quero estar contigo
Ajudar-te a ser feliz
Neste dia 24
isto é para ti
Mariana

Arrived to this phase
It is time
To start
With the experiment



I experiment
With the hope
To be able
To do something new and different
(2x)



Creativity
I'm searching you
Where are you, Creativity?​
(2x)​

I finish now
With the hope
That I managed to do
Something new and different

Chegado a esta fase
Está na hora
De começar
Com a experiencia



Experimento
Na esperança
De conseguir
Algo de novo e diferente
(2x)



Criatividade
Estou à tua procura
Onde estás, Criatividade?​
(2x)​

Termino agora
Na esperança
De ter conseguido
Algo de novo e diferente

Oh muted world
I don't know what you would say about us
We left everything filthy
It's our fault if we end alone

Oh muted world
You have to be blind and deaf
To forgive
This filthy being



I know we deserve
But please
Don't talk to us
With too much destruction...



Oh world
you are muted
Forgive
Our sins
Just like we don't forgive to the ones that ofended us
Don't let us fall in tentation like we always fell
And free us from your evil
Amen



I know we deserve
But please
Don't talk to us
With too much destruction...

I know we deserve
But please
Don't flood us
Don't take us
Don't kill us
Don't talk to us
Trough natural causes
It's too much destruction...

Ó Mundo que és mudo
Sei lá eu o que dirias de nós
Deixámos tudo muito imundo
A culpa é nossa se ficarmos sós

Ó Mundo que és mudo
Que sejas cego e surdo
Para perdoares
Este ser imundo



Sei que merecemos
Mas por favor
Não nos falais
Com destruição amais...



Ó Mundo
Que és Mudo
Perdooai
As nossas ofenças
Assim como nós não perdoamos a quem nos tem ofendido
Não nos deixeis cair em tentação como temos caido
E livrai-nos do teu mal
Amen



Sei que merecemos
Mas por favor
Não nos falais
Com destruição amais...

Sei que merecemos
Mas por favor
Não nos inundais
Não nos levais
Não nos matais
Não nos falais
Por causas naturais
É destruição amais...

This website uses cookies to improve the performance and user experience without collecting any personal information that identifies the user. By continuing to navigate you are accepting these cookies.
ContinueKnow moreRemind me later